sagui

FEBRE AMARELA: UMA DOR DE CABEÇA PARA OS MACACOS

Desde o começo desse ano recebemos um número inesperado de primatas feridos, vítimas de agressão causada pela desinformação sobre a febre amarela. Com o alarde e a falta de esclarecimento muitas pessoas acreditam que os macacos são os transmissores da doença e que devem ser exterminados quando vistos por perto. Ao contrário, bugios, pregos, sauás e saguis são sinalizadores do problema pois são muito sensíveis a doença por viverem nas matas expostos aos mosquitos que transmitem a febre amarela. Quando um macaco aparece doente é um alerta para que os órgãos da saúde tomem as medidas preventivas necessárias. Assim, vamos proteger nossos primatas que além das suas funções ambientais também cumprem esse importante serviço para toda a sociedade.

O Brasil possui a maior diversidade de espécies de primatas do planeta.

Jéssica Paulino
Médica Veterinária
Associação Mata Ciliar

Confira também

capacurso

II ENCONTRO DAS FERAS

O II Encontro das Feras contou com a participação de mais de 60 estudantes das áreas de medicina …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *