sagui

FEBRE AMARELA: UMA DOR DE CABEÇA PARA OS MACACOS

Desde o começo desse ano recebemos um número inesperado de primatas feridos, vítimas de agressão causada pela desinformação sobre a febre amarela. Com o alarde e a falta de esclarecimento muitas pessoas acreditam que os macacos são os transmissores da doença e que devem ser exterminados quando vistos por perto. Ao contrário, bugios, pregos, sauás e saguis são sinalizadores do problema pois são muito sensíveis a doença por viverem nas matas expostos aos mosquitos que transmitem a febre amarela. Quando um macaco aparece doente é um alerta para que os órgãos da saúde tomem as medidas preventivas necessárias. Assim, vamos proteger nossos primatas que além das suas funções ambientais também cumprem esse importante serviço para toda a sociedade.

O Brasil possui a maior diversidade de espécies de primatas do planeta.

Jéssica Paulino
Médica Veterinária
Associação Mata Ciliar

Confira também

capa cópia

REPATRIAÇÃO DE ANIMAIS SILVESTRES EM TOCANTINS

Na semana passada realizamos em parceria com a Naturatins e a Reserva Conservacionista Piracema a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *