capa

A FEBRE AMARELA AINDA NÃO ACABOU

As pessoas já estão todas vacinadas e os casos de febre amarela diminuíram, portanto, está tudo sob controle, certo? Negativo.

A febre amarela continua atingindo os primatas silvestres e os casos de óbitos na região metropolitana e rural de São Paulo são assustadores. Infelizmente, não existe uma vacina ou qualquer tipo de tratamento que possa ser aplicado aos animais silvestres que contraiam a doença e o número de mortes é tão grande que, em algumas regiões, há um risco eminente de extinção de algumas espécies de primatas.

Em cativeiro, a única alternativa para proteger esses animais é o isolamento físico por meio de camadas de telas mosquiteiros e corredores de segurança, impedindo a entrada de qualquer vetor da doença. E é dessa maneira que os primatas que residem na Mata Ciliar estão isolados, aguardando uma solução que parece estar muito longe de acontecer.

Sobre a febre amarela: http://mataciliar.org.br/mata/febre-amarela-uma-dor-de-cabeca-para-os-macacos/

Confira também

1

TREINAMENTO PARA A POLÍCIA AMBIENTAL

No dia 30 de agosto recebemos na Associação Mata Ciliar um grupo de policiais ambientais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *