capa

A ARMADILHA DA LIBERAÇÃO DA CAÇA

Em poucos dias poderemos ver o Brasil liberar a caça aos animais silvestres em todo território nacional e a sociedade poderá assistir a esse massacre imparcialmente.

Com a desculpa de que a caça é necessária para o controle dos javalis, o Projeto de Lei 6.268/2016 de autoria do deputado Valdir Colatto (PMDB/SC), irá abrir precedentes para a liberação da caça não só dessa espécie exótica mas também de outras espécies nativas consideradas “indesejadas” e “nocivas”. Sabemos que a caça “controlada” do javali, tem sido responsável pelo extermínio de vários espécimes silvestres nos estados onde ela é permitida e a inexistência de fiscalização e de políticas ambientais incentivam a prática do crime que inclui o abate de espécies em risco de extinção.

Além das óbvias e lógicas justificativas ambientais de não permitir a liberação da caça, listamos aqui mais cinco razões que ilustram o do porque esse projeto é uma grande armadilha:

1. Segurança Pública: Com a liberação da caça começarão a surgir os “caçadores de final de semana”, armados e autorizados a atirar por diversão. Quem seriam as pessoas que procurariam se credenciar para caçar? Quem fiscalizaria essas pessoas? Além disso aumentaria o número de armas de fogo disponíveis no mercado em uma sociedade que já sofre demasiadamente com a criminalidade.

1_tucano copy
Tucano atingido por um tiro de chumbinho na asa. O caçador se divertiu mas a ave nunca mais pode voar. Se uma pessoa atira num animal por puro prazer, não atiraria em um semelhante por vingança?

2. Conservação da Biodiversidade: Já estamos assistindo ao extermínio de outras espécies protegidas por lei como catetos, queixadas e veados que pagam o preço pela liberação da caça aos javalis. Os caçadores que conhecem a ineficiência da fiscalização usam amplamente as armadilhas de laço que capturam qualquer espécie, inclusive as que estão em risco de extinção.

1_onca copy
Onça-parda capturada em uma armadilha de laço em Bragança Paulista. A armadilha havia sido montada para capturar javali mas diversas outras espécies são capturas sem nenhum remorso. 

3. Crueldade: Os “alvos” dos caçadores são eliminados das formas mais cruéis, torturados em armadilhas e podendo ficar por dias agonizando. Enquanto se discute o bem estar animal em diversas esferas, a fauna silvestre está sofrendo uma agressão às escuras.

1capivara
Filhote de capivara resgatada em armadilha de laço. O animal ficou preso durante várias horas e foi enforcado praticamente até a morte. Não resistiu aos ferimentos.

4. Saúde Pública: A carne dos animais silvestres abatidos, bem como, dos javalis, será consumida sem qualquer inspeção sanitária e o complexo teníase-cisticercose, principal causa transmissível de distúrbios mentais em humanos, vai ter uma nova vertente de transmissão. A liberação da caça irá abrir um mercado clandestino do comércio de carnes que que poderá ocasionar o ressurgimento de doenças que antes eram consideradas sob controle.

1cateto
Cateto que recebemos já morto, abatido com um tiro no pescoço. O caçador iria vender sua carne.

5. Ética: A falta de recursos não deve ser uma desculpa aceita para tentar resolver de forma simplista, um problema tão complexo. Esforços devem ser direcionados para que a área acadêmica, centros de pesquisa e outras instituições afins possam contribuir para a solução do problema dos javalis.

A fauna não pode pagar o preço da culpa do estado, que permitiu a importação dos javalis, foi ineficiente na fiscalização e omisso durante décadas, deixando que o caos se instalasse no país com a falta de controle das populações em vida livre e agora, coloca a caça como a única forma de controle populacional.

Mesmo com todos os argumentos é necessário que a sociedade fique atenta pois o discurso do projeto do lei leva muitas pessoas a acreditar que liberar a caça irá resolver todos os problemas enquanto na verdade criará uma série de impactos negativos no meio ambiente e na sociedade.

Confira também

capacurso

II ENCONTRO DAS FERAS

O II Encontro das Feras contou com a participação de mais de 60 estudantes das áreas de medicina …

Um comentário

  1. Mais um absurdo oportunista como a extinção da Renca. Não ao pl 6.268/2016 !!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *